sábado, 15 de novembro de 2008

SOBRE O DESTINO, ENTRELINHAS E ESTRELINHAS


Da minha alegria , do meu destino, sei eu, as entrelinhas e as estrelinhas. A nossa história é escrita com tinta forte, sobre papel colorido, e a maioria das linhas escritas sobre o luar.

Superlativo absoluto, só consigo me referir a você assim, em um grau proparoxítono. É talentosíssimo, engraçadíssimo, inspiradíssimo. Teu rosto, seu traço, sinônimo de perfeição, Eros, personificação do belo. Sua fala mansa, meio rouca, seu jeito de mexer a boca, seu sorriso de lado, suspiro dobrado. Meu melhor pecado, minha perdição. Sua singularidade é a pluralidade que tanto buscava. Essência musical dos meus versos diversos. Dono do azul do meu mar, do branco que visto e do vermelho que sinto. Coisas do azul, pedaços do céu. Somos peças de encaixe perfeito. Só resta o desejo inquieto, que não passa, faz o encanto da coisa desejada.
Você têm aquilo que me arrepia a alma, é o mesmo que faz os meus olhos brilharem. Que me tira o rumo, o prumo, rouba minha calma, me perturba a alma, mas uma perturbação boa, um sentido de alerta. Meu mundo fica de ponta cabeça, eu perco a direção. Mudo meu sorriso, a pulsação acelera e perco o meu pouco juízo. Incendeio-me por completo, fico sem Q.I. por certo. Me rasgo , engasgo, engulo, suo frio, fico passional. Me desarmo ,me rendo, perco as forças, fico impotente, integre, sem resistência. Esse sentimento provoca alegria, que viaja sobre a fantasia e flutua como fumaça pelo ar. Faz vibrar, gera energia. São momentos em que a alma ofusca o sol, tamanho brilho que ela erradia.
O sabor é de fruta que mata a sede, sustenta e alivia a fome, como uma melancia doce em dia de calor. O cheiro é de prazer, uma noite de Luar onde as só as estrelas estão acima de nós, aromas quentes e suaves. Você é sopro de vento no meu pescoço, arrepio que corre a espinha pelo dorso, que provoca ventania e alvoroço. Quero me perder nos seus caminhos nas suas trilhas tão diversas. Sem querer me envolvo nos seus sonhos sem saber se já estou desperta, e te envolvo em meu encanto, em meu desejo macio e branco.
Quero teus olhos nos meus, e saber o que eles dizem. Teus olhos nos meus para me dizer o que vêem. E em teu olhar me perder, e me encontrar, adormecer e acordar. Esse olhar me abriu as portas do inesperado e me convidou a entrar, e eu entrei. Os nossos destinos se cruzaram sem explicação. Qualquer curva, de qualquer destino, desfaz o curso de qualquer certeza. Certeza, só a de estarmos aqui e de não mais querer ir embora. Você não sabe quanto peço este anzol, para fisgar-me como fez um dia esse seu olhar, ao tropeço, ao acaso do destino.
Então, na cumplicidade de olhares se escuta e se percebe o amor nas entrelinhas. Há olhares que se entrelaçam dizendo tudo o que as palavras não conseguem exprimir. E um laço especial nos mantinha presos a esse olhar. É destino marcado, um caminho cruzado. Você se dá conta que não controla seu destino, por que você sequer consegue controlar o seu coração. O destino é o que embaralha as cartas, mas somos nós que jogamos.
E esse sentimento ainda inominável, incivilizado, avassalador, dominante, inebriante, é o novo que inspira, é aquele que toma conta do meu pensar, que rouba minhas noites de sono, invasor dos meus sonhos, criador dos meus devaneios e desatinos. É o encantamento da descoberta, da surpresa, do desconhecido. Que está solto no ar, livre de amarras, com cheiro de novo, de fruta fresca, de noite com orvalho, de céu aberto sem nuvens, de estrelinhas escritas nas entrelinhas do destino.
P.S: O destino me tirou para dançar,
Nas entrelinhas das estrelinhas,
E eu ......, eu aceito!

10 comentários:

Lorena Natália disse...

ahh...que bom que serei a primeira a comentar...
porque sei que abro aqui, uma séria de elogios...e não menos que isso merece esse texto...
vc consegue desenhar em nossa cabeça, coisas que só o coração sente....que só ele dá vida...
parabéns...
viva a esse sentimento que lhe inspira coisas tão belas...parabéns!!
beijos

Vivian disse...

...Tata minha lindeza,
você está cada vez melhor!!

quem é este anjo inspirador?
deve ser um Apolo..rss

muahhhhh

Dual disse...

Ciao...sbirciavo nel tuo blog..adoro le foto bianco e nere qui ne ho viste 2 molto belle..

Ígor Andrade disse...

Tua escrita se supera a cada nova postagem. Filosofe mais, minha amiga. Eu gosto!
Abração, e uma semana tranquila... ou não! rsrs

caurosa disse...

Olá pequena Tata, te encontrei no poeta das imagens Tossan, e gostei muito do seu texto e do seu blog. Espero poder voltar mais vezes. Paz e harmonia para você.

Forte abraço

CAUROSA - caurosa.wordpress.com

tossan disse...

Mais um show com as palavras hein Tata! Sorria sempre que as surpresas estão solta no ar como vc mesma disse. Bj

Francine Esqueda disse...

Algum dia já disse que vc é otima??? Nem sabe quanto gosto de vir aqui!!! sentimentos a flor da pele sempre...
Bjos e boa semana!

Marcos Campos disse...

Que surpresas nos guarda o destino...que controle temos, quando o coração bate mais forte?
Que venham as danças...
Beijo!!

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Tata,

Que a música não pare, então.

Lindo texto, moça.

Um beijo!!!

D.Ramírez disse...

Oque tenho notado de verdade, que independente do destino, smepre nos chega pessoas legais, amigas e de bem no caminho, como tem acontecido comigo aqui nesse blogsfera como chamam. E isso é graças ao carinho de cada um, oque quero dizer é que se você firmar um caminho bom e bonito, seu destino por mais duro que possa parecer, será sempre suavizado pelas pessoas que o cercam.

Belo texto seu

Besos