domingo, 1 de fevereiro de 2009

SITUAÇÕES DA VIDA COTIDIANA 5


Controle Remoto
Invenções da vida moderna......

Feitas para facilitar a vida de quem usa aparelhos eletrônicos mas, acabam mesmo é por nos confundir totalmente, como por exemplo, o controle remoto. Artigo de primeira necessidade na casa de cem entre cem brasileiros, e que em muitas vezes também é o motivo de brigas e desavenças entre casais pela disputa do mesmo( tê-lo em suas mãos significa poder, ser o líder da casa, ser o alpha dominante), que em muitas das vezes nos proporcionam cenas hilárias e quase reais de bang-bang, um em cada ponta do sofá, se olham nos olhos e ......ganha quem pegar primeiro .

Também conhecido como quebra-cabeças da vida moderna, o controle remoto não é mais um “remoto”, controle remoto, com teclas somente para aumentar e baixar o volume , trocar de canal e deixar mudo, agora é praticamente um vídeo game de última geração, precisa de curso intensivo para saber como usá-lo da maneira correta. E o formato então?? Saem de cena os controles retangulares e finos e chegam os quase espaciais, parecem vindos de uma das naves de Stars Wars, se parecem muito com o controle do Play Station, só que mais avançados, com leitor de Lcd, fica aceso quando se apagam as luzes. Hoje em dia o controles remotos acumulam tantas funções, tantas teclinhas , que nem o próprio fabricante deve saber para que servem.

Aqui em casa, foi instalado um desses sistemas em que tudo na sala é comandado por um só controle remoto. Logo percebi que esse negócio de tecnologia iria me dar algum trabalho mas, que venha o progresso tecnológico! Olhando de passagem os técnicos da instalação , achei muita gente por causa de um controle remoto , vi um leve sorrisinho sínico, de um dos instaladores mas, hoje em dia, vai saber.( mais tarde entenderia o que esse sorrisinho significava!)
Chego à noite em casa, ninguém para atiçar meu espírito esportivo e disputar o novo brinquedinho , resolvi testá-lo. Sentei-me em frente a TV,com pipocas , e eis que o pego entre as mãos e penso : “ Passageiros da nave espacial de Tata Skywalker, aperte seus cintos e tenha uma boa viagem!”, foi quando olhei para o controle e percebi que não conhecia nenhuma das legendas que o ilustravam. O que significaria um quadrado com um risco no meio? E uma bola vazia? E cheia? Foi quando eu apertei a primeira tecla e..... sem querer, liguei o som que se encontrava no último volume, tentando baixar o som, acabei ligando a TV, e na tentativa de acertar algum dos comandos que queria fazer, as cortinas começaram a descer, a pipoca acabou voando do meu colo quando eu apertei a tecla seguinte, que fez com que as luzes ficassem mais baixas, e quando estava quase tendo um surto psicótico, e dizendo um monte de “ * &¨%$#@!” , para piorar o telefone toca, e fui em busca do mesmo que não estava tão perto de mim, foi quando no impulso de atender logo o telefone, e fazer parar todos aqueles comandos malucos, peguei o primeiro objeto preto com formato de telefone e atendi:

_ Alô?.......( nada)
_Alôôô?...... e o telefone continuou tocando.....

Quando olho para o telefone, não era o telefone que eu tinha atendido, era o antigo controle remoto!!!!!! Porque será que deixam todos os aparelhos parecidos perto um do outro?
Como não sou de desistir fácil das coisas fui em busca de um manual que me fizesse entender o novo “ brinquedinho irritante” da casa, e fui em direção ao armário onde ficam todos os manuais, e dei de cara com no mínimo cinqüenta manuais. Conhece aquela expressão.... “ achar uma agulha no palheiro?” Pois bem, lá estava eu , de cara com todos aqueles manuais que a gente acumula durante toda a vida e nem sabe o porquê ainda guarda todos eles? ??? Mais um dos enigmas dos humanidade!

E nessa busca pelo dito manual do brinquedinho irritante que gritava em meus ouvidos uma estação horrível( diga-se de passagem), encontrei uma relíquia dos anos 80, o manual do meu Atári ( vídeo- game encontrado em quase todas as casas nos anos 80) e foi quando resolvi brincar com aparelhos eletrônicos da minha época, que passando em frente ao maldito controle irritante remoto, percebi a teclinha miúda do lado esquerdo , com sinal de mais outro de menos, e me lembrei do sorrisinho sínico do técnico de instalação e pensei : “ malditos técnicos...... parecem que advinham o que vai acontecer!” E me retirei da sala pensando que já estou ficando ultrapassada!

19 comentários:

Mai disse...

...eles devem ter uma estatística de quantos clientes e quanto tempo levam para ligar, após a instalação.
Houve um tempo em que o controle remoto 'infernizava' as campanhas publicitárias e os seus mentores porque se não fossem de boa qualidade, não perdíamos tempo e pff...outro canal.
Hoje em tempos de niilismo televisivo ficamos com os filmes e os canais por assinatura.
Não gosto de controles, Tatá, nem mesmo os remotos e deve ser pelo que eles significam no 'imaginário' de quem detesta ser controlada mesmo que 'remotamente'.

Beijos,
mais uma cotidianidade adorável em tua escrita.

Vivian disse...

...ahhhhhhh
mas é justamente por isso que
eu não vou à sala nem para
passar perto destes aparelhos
de fazer loucos.

pra quê sofrer se podemos
ouvir músicas, assistir vídeos,
e até filmes por aqui, mum clicar
de mouse?

tô fora...

enquanto bisbilhotava seu post,
estavas bosbilhotando o meu...
isso que é sintonia...rsss
e sem controle remoto...

bjuss, lindika!

Mulher Super Sapiens disse...

Menina, ri muito com seu post. Confesso que tenho a paciência bem limitada, o que, de fato, teria me feito jogar esse maldito controle longe, pra depois pisar em cima dele com requintes de crueldade e muita, mas muita força. Enfim, tiraria uns cinco anos de minha parca vida em função do estresse despejado, mas seria um bom jeito de mostrar quem manda na casa, hahahahahahaha.
Bjocas, menina, boa semana pra vc!

Léo Mandoki, Jr. disse...

eu simplesmente te adoroooo!!!!~
vc tem uma percepção da realidade que é fora do comum!! te amo!
te digo viu..eu sem os meus controles remotos não sou nada...
poxa tata.....pq vc ta tao longe hein?

tossan disse...

Eu como não assisto Tv..Só celular e computador e as vezes fico computador na cabeça rs.. Foi mal essa, não é?! Gostei. Beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Adoro ler seus textos,fántasticos!

Tem selinho la no blog para vc.

"Selinho da Amizade"

beijooo

FRAN "O Samurai" disse...

Oi amiga!

A tecnologia avança muito rápido e se não acompanharmos ela de perto ficamos para trás. Você citou o velho videogame Atari, faz tempo isso heim? Você precisa dar uma olhada na nova geração de "videogames" de hoje!

Como evoluíram...

Um Playstation 3 por exemplo, além de poder jogar jogos com uma altíssima tecnologia, podemos navegar pela internet, assistir a filmes em Blue Ray, isso mesmo Blue Ray, a nova tendência em mídia digital que entrou para tirar o DVD de linha.

Isso é o avanço da tecnologia.

Belo post e são situações que irão aumentar a cada ano! Hehehe!

Beijos.

*** Cris *** disse...

Olá,td bem? Sobreviveu ao controle remoto? rsrs
Sabe, lá em casa é uma briga entre meus filhos por causa dessa caixinha preta...rs ai, ai....que coisa,né? Às vezes,tb fico perdidinha com essas invenções,mas faz parte,né?
Bjs e boa sorte aí...rs.

Marcos Campos disse...

KKKKK!!!
Quem nunca passou por isso??!!
Essa é a parte chata...até aprender tudo de novo, mas tecnologia é tudo de bom!!
Beijos!!

Izinha disse...

Vc como sempre fazendo post q são um show...rs. esses controles, acredita q ainda não consegui chegar a um acordo com um deles daqui de casa, sim pois sempre acabo deixando prá lá....rsrsrs

bjos e uma semana feliz prá vc e seu "controle"...rs

Lorena Natália disse...

hum...aqui em casa o controle da tv estragou esses dias...e está fazendo falta. Na verdade,pra mim nem tanta (não assisto muita televisão)...mas o meu pai rapidim vai perder a barriga...levantando toda hora pra mudar de canal!rsrs...
Adoro esse Blog...
tão bonitinho...tão meigo...tão bem feito!!^^
beijos

Francine.VS. disse...

Agora assim, voltei para ficar!
AMIGAAAA... VC É DEMAIS!
Estava morrendo de saudades daqui! Mesmo com o trabalho paralelo, meias férias, folgas e preparativos para outra viagem/carnaval, vou arrumar um tempo pra vir te bisbilhotar e postar minhas terapias, filmes, as novidades da Bahia e outras coisas! Adorei te ver! Seu blog continua um show!
AMO VIR AQUI!
Beijos e boa semana!
Francine

D.Ramírez disse...

Incrivel mesmo controle remoto, 99% nao usamos pra nada a nã oser mudar de nala e aumentar ou diminuir volume..Bem que podia acender e apagar luzes, trancar portas e abri-las, fechar e abrir cortinas, ai sim, tais botoes fariam sentido.rs
Postei uma tirita sobre isso, acho q no mes de novembro...
Um saquito controles remotos..haha
bem falado.
Besitos

Dora disse...

Ah Tata! A tecnologia avança rapidamente e eu preciso concordar com o seu pensamento sobre "estar ultrapassada"... todos os dias surgem coisas novas e as de ontem... já eram! Nesse sentido todos nós estamos fadados a ficarmos ultrapassados - todos os dias.
Um cheiro grande.

Cris Animal disse...

To rindo aqui de vc e imaginando a cena. O pior é que irrita mesmo. A primeira coisa que eu falo é: a bateria pifou, pode trocar....hahahaha
Nunca digo que o controle é um enigma.....kkkkkkkkkkk
beijo pra vc
..........Cris Animal

Márcio Ahimsa disse...

Ah, Tata, mas que eu me irrito com essas coisas todas, ah se me irrito, rs. Ainda bem que a velha tv Toshiba que eu tenho aqui em casa está com o antiquado controle quebrado, rs. Melhor, assim, ponho em um único canal e durmo tranqüilo, rs.


Beijos,querida.

Opiniões no Brasil disse...

Olá!
Tem um prêmio para você em meu blog!!
Passe lá para pegar o selo!
Um grande abraço!

Chris disse...

Mega !!! rsrsrs
Não tenho um controle pra tudo, ás penso que seria interessante, algo dessa narrativa, tirando a parte de filme de terror. rs
Meus filhos e o controle remoto, com a co-participante da luta de boxe, que se fixa na casa, com um correndo atrás do outro, e eu tentando ser a general, como me lembrei do cotidiano de casa.
Ufa ! Escreves muito bem, hilário aqui, e infinitamente aconchegante a vontade de ficar e voltar...

Beijão

D.Ramírez disse...

bonjour,

Nãnão..não te interpretei mal, apenas briquei rssssssss
Mas feliz muito por ter gostado;0
Beso