domingo, 5 de abril de 2009

ECOA EM MIM


Teu corpo flutua no ar, se move em ritmos lentos, ao som da música você dança. A música não existe, mas seguimos o ritmo da vida. Nossos corpos colados acompanham-se em passos calmos, em uma troca silenciosa, de olhares e sentimentos. Em movimentos perfeitos, completamente harmônicos, para a dança mais-que-perfeita. Mais um passo, uma nota rendida nesse amor, sustenido em notas de amor, em claves de sol, que tem cheiro de Mi maior, que contem segredos e desejos sussurados em Lá menor. Nesta música inaudível, nosso bailado perfeito, corpos em movimento. Te sigo na cadência de teus movimentos, te acompanho sem te tocar, meu corpo persegue o teu, sem se encostar. Dança em meu corpo como num palco, salão imenso onde enlouquece ao som dos meus aplausos, como em um tango bem marcado.

Você ouve os meus desejos, que com o vento levam meus pensamentos, sussuros soltos no vento. Sabe me ouvir como ninguém, me conhece e me reconhece, porque me encontra dentro de você.Te leio, ouço teus pensamentos, sei entender nos teus gestos e o próximo passo, sei perceber num olhar a frase que segue. Há muito que te sei, há séculos que te ouço, há uma eternidade que te sinto. Fala, sem nada dizer, porque nada precisa de ser dito, apenas, sentido.

Busco na essência suave da tua voz, descobrir a magia do teu corpo que desliza frente ao meu. Procuro encontrar no silêncio do teu olhar, o reflexo do meu. Não sei se me vê quando te estendo a mão ou se me sente quando te olho. Não sei se estremece quando te toco, ou simplesmente me escuta quando escrevo.

A nudez de um pensamento em sua forma mais original. Dispo as palavras, encho-as de nós, de vontade, de desejo, de ímpeto, de saudade. Te sinto, em cada palavra descrita, em cada letra escolhida. Sinto-te, em cada inspiração tua, em cada instante meu. O teu corpo, que descubro, com a ponta dos dedos que te escrevem, descrevem cada milímetro da tua pele. Você é minha fala, as letras com que escrevo, o passado que me segue, o presente que me sente e o futuro que me espera. Letras em singelas palavras, frases feita de sentidos por tocar, de gostos por revelar.

Acaba a música, mas continuamos ali, no meio da sala, corpos colados, almas pegadas. Ficamos ali até o dia nascer, contemplando o Universo que se estendia à nossa frente, abraçados um ao outro e sonhando com Vênus e Marte, dançando por entre as galáxias.
O espetáculo termina, e eu, adormeço o corpo na cadeira da vida, onde tudo que resta é a música do amor, que ecoa nos salões da alma,que dá o ritmo dos meus sonhos.
Ecoa em mim.....

18 comentários:

Romeu disse...

Teu blog é algo que me agrada muito
prabéns
visita o meu
um beijo
Romeu

Hombre al agua disse...

El hombre al agua, te visito, le gusto lo que encontró, espera, que la corriente le acerque por aqui.
Lugar adecuado para permanecer.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Tata, que texto mais lindo... lendo suas palavras lembrei do Jota Cê com as sétimas aumentadas pro meu lado...rs

Maravilhosa semana!

=]

Rebeca

-

Christi... disse...

Tata querida, bom dia

Que lindo esse texto, dancei com ele, senti a música, quando sei que tem post novo seu, eu encontro acalanto, risos soltos e graça
E que linda é sua alma, porque entre as entrelinhas. rs
Somos pontos marcados aqui.

Bjs querida, obrigada pelo carinho de sempre.
manda o convite do orkut pro e-mail
chris_30rj@hotmail.com

Seu post anterior eu li umas duas vezes pra acreditar que aquilo pode sair da mente de alguém, pura e simplesmente sem ganhar um prêmio por isso.

Eu amei, aquela força toda de mulher descrita, admiro muito isso em você, ao mesmo tempo que solta em versos e verbos suas trapalhadas. rs
Vc solta a mulher forte que é.

Beijãooooooooooo
Chris

Giselle disse...

Tata,
que coisa linda ...
Aia ia ...
Lindona, não se esqueça de passar lá e pegar seu presentinhos hein?
Beijo grande e linda semana para ti

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo texto Tata.

Ótima segundona pra vc.

beijooo.

Felipe disse...

Ai... a cumplicidade.
Quero algo assim! Onde tem, onde tem?

Vladir Duarte disse...

Que texto intenso... lindo mesmo! Você conseguiu traduzir perfeitamente em palavras algo que só sabe quem já sentiu isso!

Valeu!

O Teórico disse...

Uau, texto intenso,MARAVILHSO!

Vivian disse...

...bommm diaaaa, princesa
das palavras mágicas!!

que encanto de canto é aqui!

vim deixar muahssss procê!

C. disse...

O eco perfeito e pleno de um terno e adorável sentir.
Lindo texto amiga!

Cris Animal disse...

Ai Tatáaaaaaaaaaaaaa, coisa boa ler isso. mais que um texto bem escrito, é um texto que fala!

Amei! A sincronidade de alma é tudo e faz tudo mais apenas um detalhe. nada é necessário para entender o outro, para "ler" o outro em suas mais diversas e profundas emoções, pq existe um mesmo ritmo, uma mesma dança. Um único tempo em duas almas;

Amei, amei e amei esse texto.
Lindo pelas linhas e entrelinhas.

beijo
..............cris Animal

Leo Mandoki, Jr. disse...

eu sou um péssimo dançarino...daqueles que pisa o pé mesmo! ahhh mas como seria maravilhoso uma musiquinha com vc! e que música seria?
new york new york??

tossan disse...

Quer dançar comigo? Vc escolhe o rítmo. Ah...você vai gostar...ou não! Beijo

Lu Dantas disse...

Oi, Tata. Gostei muito do texto. Tão musical, tão sonoro, tão suave... Gosto e me divirto também com aqueles que contam suas confusões.

Adoro aqui! Bjs

Pelos caminhos da vida. disse...

É nas ausências minhas na net é que vejo os amigos que tenho,obrigada amiga pela sua visita.

Um gde abraço.

beijooo.

Glayce Santos disse...

meniiiiiiiiiiiiiiina, vc escreve divinamente bem. deve dispertar a curiosidade de muitos homens, mulheres tb..rs

"A música não existe, mas seguimos o ritmo da vida"

eu já fiz isso, dançamos no meio da rua... só a vida, vida, viiiiiiiiiida!

"Acaba a música, mas continuamos ali, no meio da sala, corpos colados, almas pegadas"

Essa parte n rolou, estavamos na rua, né, mas... depois...

adorei!

Flavio Ferrari disse...

Filosofia de boneca ... engraçadinha.