quarta-feira, 18 de março de 2009

SOBRE VOCÊ, DEVAGAR....


Sobre você devagar,

Sobre seus olhos, movimento-me como as marés. Eu os admiro em câmera lenta, como se na direção deles desprendesse os pés da pedra no salto final, num mergulho. São olhos de oceano, tão claros que até o mundo fica mais nítido em seu reflexo.

Sobre você, devagar,

O mundo não se resume mais nos quadris, mas onde quer que haja contato.Nos perdemos nesse oceano de sentimentos, somos levados pela maré do amor, guiados pela bússola do destino. Somos ondas, somos espuma, somos maré cheia, somos céu aberto, somos noite de lua cheia. Somos nós, os navios a atravessar o improvável. Diz-me para onde aponta sua bússola para que eu saiba para onde girar meu leme.

O dia em que você está comigo, começa não com apenas um sorriso, mas com gargalhadas. Você é uma espécie de hino feito de aurora, é manhã de revoadas. Busco em seu nome o núcleo das letras, te aprender, te saber, o que é a química do físico em você, este é o ponto para te aprender. Colo as asas ao átomo das sílabas, e deixo me adivinhar ao descer. Os meus lábios sacodem o teu olhar e na linguagem dos sons, deixo crescer. Palavra completa, reflexo de estrelas na tua pele adivinha o desejo a nascer, como se no limiar do tempo pudesse fazer tudo acontecer.

Percorro minha boca por todas as partes de que é feito você. Assim, meus lábios não dizem o seu nome mas, ao contrário, o relevo de seu corpo explica como devo chamá-lo e como reconhecer sua pele. Seu corpo tem um nome ainda a ser aprendido. Reconheço-me no seu relevo, na sua alma e no seu sabor.Te reconheço em mim.

Sobre você, devagar,

Como em um Domingo, quando não há pressa e não há quase vida lá fora, você descobre facetas minhas que eu nem imaginava. Decifra em meu sorrir, não os dentes, mas, o sentimento que há por trás dele, mais um detalhe da minha face. No falar, não as palavras, mas, uma sutileza nas pausas, que já se flagra a imitar, sem querer. Estar junto é estar meio igual.

Sobre você, devagar.

Pressa pra quê?
Essa total transparência e compreensão me despe, vulnerável. Você, que prevê, que antevê, que pós-vê, que sempre vê, não erra, é milimétrico, nanométrico, constantemente fatal. Então, deixe que o telefone toque. Deixe que alguém bata à porta. Deixe que as contas cheguem. Que os advogados me processem. Deixe que os vizinhos, sempre eles, reclamem do barulho. Deixe que o prédio pegue fogo, que a noite não acabe, que o sol não nasça e que os relógios parem. Neste quarto, sobre você, devagar, contaminamos tudo o que nos cerca com sabedoria e verdade.

Sobre você, devagar,

Como se nunca fosse acabar, e nesse momento apenas cheiro, sinto, provo, toco.É nesse instante que te amo. Você entra. Não na casa. Entra nos meus poros.

32 comentários:

Vivian disse...

...meoooooooo Deusssssssss!

escreva...
escreva mais...
escreva sempre...
escreva tudo...
escrevaaaaaa...

você é um encanto, linda!

adoro

bj, bj

Selena Sartorelo disse...

Amar é bom demais.né não?

beijos, lindo teu texto menina.

tossan disse...

Puxa vida, tá amando mesmo! Quem escreve isso só pode, ou então é desejo de ter alguém que sonhou ontem. Belo texto Tata. Beijo

Christi... disse...

Nossa, a coisa mais linda que li sobre a necessidade e plenitude um no outro que li a muito tempo. E vc além de escrever como ninguém, deu vida em tudo, a ponto de sentirmos.

Lindo minha querida, sem palavras

Bjs, Chris

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Tata,

Simplesmente divino esse seu texto! Você com suas palavras faz o leitor entrar nesse mar de palavras que ondulam. Maravilhosa na forma de escrever o que sente. Perfeito!

Parabéns!

Maravilhosa quinta.

=]

Rebeca

-

paula barros disse...

Que forma intensa de dizer o amor.

Muito bonito o texto, a forma de escrever.

abraços

Luana Ferraz disse...

Quanta paixão (IN)CONTIDA... lindo.

BEIJOS.

Mai disse...

Esse é super!
E viajei devagar. Vi o olhar dela dentro do azul do olhar do amor.
E vi a entrega, explicita e poética entrega com frases que guardarei comigo.

Do ir e vir no movimento das marés, sabendo que 'o mundo não se resume nos quadris'...

Excelente registro.
Gosto dos teus textos cotidianos e do teu tom bem humorado mas os textos poéticos são bárbaros.

Carinho,

Mai

Felipe disse...

Tem alguém apaixonadíssima aí??rs
Beijos

O Teórico disse...

Uau, lindo texto. Escrever sobre amor e amar nos faz ainda mais inspirados!

Beijo

▒▓█► JOTA ENE ® disse...

Um "Quem sou eu" que é fogo (rs)

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
Como é peixinho deve estar fazendo anos por esta altura. Parabéns!

Cris_do_Brasil disse...

E falando em poros, seu texto entrou nos meus agora.
É como se o amor nos salvasse e nos trouxesse de volta para a vida.
Amei amei, e faria minhas, as suas palavras tao eloquentes de amor.

Izinha disse...

Acho q tô vendo alguém super apaixonada...


mil beijinhos!

Amarísio Araújo disse...

Tata,

Divino este seu texto!Um amor pleno que não combina com a pressa
porque,longe ser efêmero,é infinito.
A sua escrita é maravilhosa.Faz-me sentir vontade de degustar cada palavra,deixar que as palavras entrem pelos poros...bem devagar.

Uma linda noite pra você.
Beijos.

Léo Mandoki, Jr. disse...

eita!
essa coisa de descobrir o nome no relevo do corpo...aiii!! matou a pau viu!
...
vc é mesmo assim é???
qnd ama, ama...qnd se diverte, se diverte!!
é dificil reconhecer, mas parece q vc é tipo quase mulher ideal viu!!
beijos de saudades

Allek disse...

bello espacio..!!

Pelos caminhos da vida. disse...

'FELIZ DIA DOS BLOGUEIROS'

beijooo.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Hoje só estou passando para desejar um feliz dia do blogueiro,
com um final de semana cheio de amor e esperança.
Aproveito para deixar um lindo poema de Mário Quintana


Amar: Fechei os olhos para não te ver e a
minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados
desceram lágrimas que não enxuguei,
e da minha boca fechada
nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei....
O amor é quando a gente mora um no outro.

(Mário Quintana)

Abraços:Eduardo Poisl

Christi... disse...

Minha linda, fiquei sabendo que hoje é dia dos blogueiros, então vim aqui te dar os parabéns, porque sabes usar o seu blogue pra encantar, fazer rir, inspirar, meditar, etc etc...
Vc é admirável, bjs monte monte
E um final de semana cheia de aventuras e felicidades pra ti.

Chris

Tatiana disse...

Tata... que lindo!
Fui envolvendo no texto deixando a imaginação trabalhar... magnifico!

Coisas que só o amor nos faz não é mesmo?

Obrigada por sua visita e palavras deixadas!

Um abraço carinhoso

Mulher Super Sapiens disse...

Tata, que texto lindo! Amar assim é mesmo bão de mais... Bjocas, menina!

Cris Animal disse...

Alguns textos a gente não lê. É mais. Mais que isso. A gente vive, se torna personagem, ainda que imóvel de todas as frases.
Lindo!

beijo
............Cris Animal

Vivian disse...

...Tatinha lindaaaaaaaaa,,

...20 de Março dia dos blogueiros!!!

pois e não é que inventaram
um dia para nós os blogueiros
sem cura?!!
rss

algumas pessoas criam seus blogs
apenas para passar o tempo.
outras com a idéia de mostrar
seu trabalho, outras ainda,
para encontrar amigos, fazer
amigos e até encontrar amores,
por que não?

não importa a maneira,
importa sim que estamos
aqui a cada dia trocando
energias, emocionando-se,
e fazendo emocionar por
meios de um simples ecrã
que toma vida quando
colocamos nosso
coração em contato com os
amigos muitas vezes sem rosto,
mas que conhecemos a alma,
esta que, ao contrário das
plásticas ilusórias, não tem
poder de mascarar-se, e que
portanto, no decorrer dos posts
e suas qualidades, deixam-se ver
como realmente é, que espírito
habita este ser, quantas afinidades
podemos encontrar com ele por aqui
num simples teclar, ou toque de
mouse.

este é o poder dos blogs.
o poder da internet unindo
pessoas por um fio.
uma fina rede de fios,
permitindo que teias invisiveis,
levem à cada coração sintonizado,
as melhores e mais doces emoções.

feliz dia à todos nós,
blogueiros sem cura.
rsss

bjus, querida

Glayce Santos disse...

Jesus, apaga a luz...rs
Minha filha, como vc faz isso comigo??? Que texto delicioso.
"O mundo não se resume mais nos quadris, mas onde quer que haja contato"
"Percorro minha boca por todas as partes de que é feito você"
SIM, muitos "SINS", vc devagar e de olhos bem abertos...hehe
beijinhos

Amarísio Araújo disse...

Tata,

Feliz dia do blogueiro pra você também.
E,por ser encantadora,sensível e inteligente,você promove a felcidade de quem vemaqui.
Parabéns pelo blog.

Um lindo final de semana.
Beijos.

Avassaladora disse...

Devagar a gente vai chegando...
Devagar a gente vai conhecendo,,,
E devagar a gente percebe que gosta do que encontrou...rsrsrs


Beijos!

Voltarei!

José Rasquinho disse...

Todos os dias que posso, visito um blog novo. Hoje foi a vez de passar por aqui e confesso que foi bom ler um texto assim nesta manhã de sábado.
Li depois mais algumas coisas, e verifiquei que o exemplo não era excepção (agora é exceção, não é?), pois a qualidade mantinha-se.
Parabéns pela tua escrita!
Bjinho, e continua escrevendo.

caurosa disse...

Olá, passei para uma visita e adorei seu blog, espero poder volta mais vezes.

Forte abraço

Caurosa

Lu Dantas disse...

Lindo demais! Parabéns pelo blog! Vou passar de vez em quando, ok?

Diego! disse...

Tempos que não comento aqui!
Mas...leio sempre.
Pq não sou bobo de ficar sem essas palavras!


bjs

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selo "Prêmio da Amizade" pra vc la.

Bom domingo.

beijooo.

Dora disse...

Muito bom teu post, Tata. Acho que os coraçõezinhos andam subindo por aqui, hã?!
Boa semana. Cheiro grande.