quarta-feira, 11 de março de 2009

PINTINHAS



Às vezes, quieta, olho para você longamente. E você me pergunta:

- O que foi?

E eu, boba, respondo:

- Nada. Só olhando.

A mais banal das respostas. Usamos até nas lojas para dispensar vendedores quando queremos só dar uma espiada. Mas, quando olho assim pra você, é porque não quero dar apenas uma espiada. Quero tudo. O que desejo não se compra, também não se toma. Apenas se recebe, como um presente.

Amo o que é belo, como o resto da humanidade, e, da mesma forma, acho belo o que amo. Assim, sei que acharei belo o mínimo gesto seu. O apagar todas as luzes e deixar só a do abajour acesa para manter o quarto em uma suave penumbra, o comer yogurt de colher, o apertar dos olhos quando sorri, o saber exatamente o que quer quando compra alguma coisa, o lembrar-me onde deixei as chaves, o fazer café na sua própria caneca, o ralhar com o sol que nasce na janela do meu quarto a iluminar tudo logo pela manhã, o ensinar-me jeitos e lugares de morder, o vasculhar de seus dedos e boca em meu rosto, em minhas orelhas, bochechas, queixo e nuca, o deixar-se levar pelas histórias no cinema e não bancar o machão, o dançar, o interpretar ao contar uma história, o surtar das palavras ao escrever algo, o falar, às vezes, em segunda pessoa como se fôssemos um casal muito antigo.

Eu queria ser seu espelho mais íntimo, aquele para o qual se olha e só se vê a verdade. Poder, assim, dizer-lhe quem você é. Doa a verdade ou faça, a verdade, animar. Que em mim você se visse como eu o vejo, sem arestas, sem finos tecidos que permitem apenas a visão de uma silhueta. Não, não tenho noção de sua totalidade, nem sei se posso ou quero ter, se mesmo a minha, para mim é, ainda, secreta.

Porém, certas coisas não se dizem com palavras.

Mas está aqui. Em totalidade. Sei, pois quando olho em silêncio para você, longamente, você olha pra mim também. E é esse meu espelho. Nele tento me olhar não para amar a mim apenas, o que seria egoísta, mas para tentar me encontrar plena naquele instante. E, no exato segundo em que penso que conseguirei, seus olhos se apertam em um sorriso, não seriam seus olhos se não o fizessem, e você pergunta:

- O que foi?

- Nada. Só olhando.

Era eu, que navegava por lugares seus como uma desbravadora, sem que você se desse conta disso. Me perdia, me encontrava, alternadamente, quase desorientada, mas sem fazer muito caso para esse fato.
Não sei se é verdade que eu, a seguir, descobriria um pouco mais sobre mim. Ou sobre você. Pode ser ilusão, pode ser pretensão, pode ser vaidade. Mas nessa hora desvio um pouco o olhar para o Cruzeiro do Sul.

São suas pintinhas.

Uma constelação.

Não lembro que os primeiros navegadores usavam constelações para se orientar nos mares daqui.

Apenas penso que elas são a coisa mais linda desse mundo.

22 comentários:

Cris_do_Brasil disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cris_do_Brasil disse...

Tata, gostaria que vc respondesse o Meme que me repassaram, vai ser uma boa maneira de conhecê-la melhor.

Bjocas

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho la pra vc.

beijooo.

Christi... disse...

O observar o amado, as constelações de pintas, os detalhes, as partes imperceptíveis á qualquer olho, menos dos que amam.
Nada passa, viramos uma espécie de coador e peneira, algo do tipo...
Esse nada não...Está inclusa nossa necessidade absurda, em momentos, de querermos que o outro pense e sinta o que estamos achando naquele exato momento.
E questionamos...

Bem legal seu texto, diferente.
Bjs e um dia especial pra ti.

Chris

paula barros disse...

Adorei a forma do texto, a narrativa.

No entanto o que me encantou mesmo foi a forma de usar as palavras para expressar o sentimento, a admiração, o gostar. A forma criativa de dedilhar as palavras, bordando sentimentos.

abraços

Tata disse...

CRIS DO BRASIL- Não me referia as pintinhas da Gisele não!!!!KKKKK
Mas, as pintinhas de um HOMEM LINDO!!!rs
Quanto ao Meme respondo sim, depois com calma tá!

ANA- Vou l´[a buscar ok!

CHRISTI- Não é incrível vc olhar para o outro e viajar nos olhos dele??
De quem se ama?

PAULA BARROS- Legal! Que bom que vc gostou!!! Sempre vejo os seus comentários em outros blogs e acho sempre muito bons!Obrigada!

bjus à todos!

Cris_do_Brasil disse...

Schlap! Afe amiga, sou uma tosca mesmo nao? Meu forte nao é mesmo os romantismos da vida. Pra ser sincera eu nao tinha entendido mesmo (nao espalha)kkkkk

Glayce Santos disse...

Olá! Belo texto, sempre!
Pintinhas são tudo de bom, heim?! Adorei o texto, viu... Só estou olhando! =)
beijinhos

Mai disse...

Fui lendo e ficando assim, meio 'abobada' e talvez eu também respondesse como tu:
'Nada... somente olhando...'

Muito bom. Aliás gosto de quase tudo que escreves... Nem se não gostei de tudo porque tb não do q não tenha gostado...

beijinhos,

Mai

Mai disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alma Nua disse...

..olhar sem rotular,
é o verdadeiro olhar.

e neste 'olhar' vemos
o completo do que
se quer ver.

vc é mágica com as palavras.

adoro

bju, Tatinha lindaaa!

A.Tapadinhas disse...

Por cá a nossa bússola é a Estrela Polar... Estrela Polar ou Cruzeiro do Sul, está sempre bem se servirem para indicar o caminho da Paz e do Amor...
Beijo.
António

On The Rocks disse...

você escreve bem, tata.

parabéns pelo blog.

bj

Cris Animal disse...

Caramba....Vc conseguiu tirar tudo dessa situação que a gente sempre vive, né?
"Nada não...só olhando..."......rs
Nada TUDO. Olhando como se o tempo pudesse congelar naquele instante. Intacto. Guardar em si e para nós o tudo que não dá para olhar, mas dá para sentir.
DEMAIS. Amei!
beijos
............Cris Animal

Cadinho RoCo disse...

Quando muito observamos o outro percebemos em nós mesmos aquilo que de fato vaga em nós mesmos.
Cadinho RoCo

tossan disse...

Tata, me divirto com os teus textos animados e inteligentes. Viva! Beijo

Flavio Ferrari disse...

Uma gracinha de texto.
Adoro olhar para a mulher que amo. Pasmando, como diria meu filho mais novo.
E para suas pintinhas. Ela tem tantas ... como as estrelas do céu.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção só tem razão se cantar
Assim como uma nuvem só acontece se chover
Assim como o poeta só é grande se sofrer
Assim como viver sem ter amor não é viver

(Vinícius De Moraes/tom Jobim)

Desejo a voce um resto de semana maravilhoso
Abraços. Eduardo Poisl

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Tata, você fala de quem se ama de uma forma tão linda e olhada...

Maravilhosa quinta.

=]

Rebeca

-

Léo Mandoki, Jr. disse...

a minha versão é mais ou menos assim:

- o que vc está olhando?
- Nada estava aqui só pensando.
- Em quê?
- Como é que vc consegue...?
- Consegue o quê?
- Ser assim tão linda..todos os dias.
- ahahaha! vc é muito baba-ovo, sabia?!

Papagaio Mudo disse...

gostei do cabeçalho,
e dos seu texto, claro.
bjos,

Gustavo

Camisinha.com disse...

que lindo!

.